Achei por acaso, deixo uma pequena amostra aqui, e quem quiser ler na integra, entra no site.. vale a pena o clique…

Podem criar teorias sobre o meu comportamente, o medo, os traumas, o que quer que seja, eu não quero pertencer a ninguém. Amor é angústia, é sufocamento e perdição. E há algo de repugnante no desespero da paixão. Quando o ser-humano perde a razão, quando berra e implora ao mesmo tempo, quando chora e agride, ama e odeia. Todos já viram a violência e desespero de quem ama demais, e a margem que separa o amor e o ódio não passa de uma linha no chão do oceano, longe dos olhos e da razão. A capacidade de compreensão não existe dentro do amor. Amor é vil, envenena, como uma droga, mas te vicia, num vício descontrolado que te faz desejar a overdose, que acabe logo com você para ter fim toda essa angústia.
Anúncios