Pensei muito no que blogar para este dia, e me lembrei de um filme que assisti a muito tempo atrás, que retrata a realidade (crueldade) da pobreza, e em como isso pode chocar a quem nem faça idéia da existencia deste lado da vida, que se encontra tão próxima de nós.

O Filme é um documentário, produzido em 1989, por Jorge Furtado.

Um pequeno trecho de sua descrição:

“Um ácido e divertido retrato da mecânica da
sociedade de consumo. Acompanhando a trajetória de um simples tomate,
desde a plantação até ser jogado fora, o curta escancara o processo de
geração de riqueza e as desigualdades que surgem no meio do caminho.”

Bem, segue abaixo as duas partes do documentário. Assistam, e reflitam….

Anúncios