You are currently browsing the daily archive for janeiro 7, 2008.

Sei que esta um pouco atrasado, (bem atrasado pra dizer a verdade), mas decidi fazer uma seleção de wall papers de Natal. Selecionei algumas imagens do google, que achei que vcs gostariam.. tem wallpapers para todos os gostos.

Bem, a lista a seguir:

(Ps.: para copiar os wall papers para seu computador, basta clicar na foto com o botão esquerdo, e depois que abrir em seu tamanho original, clicar com o direito do mouse e indicar para salvar imagem como, depois só escolher onde deseja salvar o arquivo e enfeitar seu computador. 😀 )

wallpaper_natal11.jpg wallpaper_natal9.jpg wallpaper_natal10.jpg wallpaper_natal7.png wallpaper_natal6.jpg wallpaper_natal5.jpg wallpaper_natal4.jpg wallpaper_natal3.jpg wallpaper_natal2.png wallpaper_natal1.jpg wallpaper_natal.jpg wallpaper_natal12.jpg wallpaper_natal13.jpg wallpaper_natal15.jpg wallpaper_natal16.jpg 

Um velho sábio chinês estava caminhando por um campo de neve, quando viu uma mulher chorando.
Dirigiu-se a ela e perguntou:
– Porque choras?
– Porque me lembro do passado, da minha juventude, da beleza que via no espelho… Deus foi cruel comigo por me fazer lembrar.
Ele sabia que, ao recordar a primavera da minha vida, eu sofreria e acabaria chorando.
O sábio, então, em silêncio ficou contemplando o campo de neve, com o olhar fixo em determinado ponto…
A mulher, intrigada com aquela atitude, parou de chorar e perguntou:
– O que estás vendo aí?
– Eu vejo um campo florido, disse o sábio.
Deus foi generoso comigo por me fazer lembrar.
Ele sabia que, no inverno, eu poderia sempre recordar a primavera e sorrir.

Enviada por: Edeli Arnaldi

“Cada um tem o seu passado fechado em si, tal como um livro que se conhece de cor, livro de que os amigos apenas levam o título.”
( Virginia Woolf )

Por mais que seja tentador, já é de conhecimento mundial que definir o nome do seu cachorro ou a data de aniversário do namorado como senha para seu serviço de banco online não é algo muito seguro.

“A regra mais essencial que eu gosto de ensinar é que não se coloca como senha qualquer informação que possa ser levantada no Orkut”, afirma, entre a ironia e a razão, José Antunes, da McAfee.

Por mais óbvio que pareça, o conselho do gerente é constantemente esquecido por alguém que precisa definir a palavra-chave que será usada para acessar contas em serviços de e-mail, comércio eletrônico e internet banking.

“Toda senha deve ter, no mínimo, oito dígitos e, quanto mais importante for o serviço, maior ela tem que ser”, aconselha Lúcio de Almeida, da Symantec. “Qualquer termo menor que isso pode ser facilmente quebrado por aplicativos “brute force”, programas para decifrar senhas que tentam todas as alternativas possíveis”.

Antunes é um pouco menos rígido em relação ao tamanho, mas define critérios que podem ser seguidos pelo usuário. “Aconselho a criação de senhas que sigam três regras básicas: mínimo de seis dígitos, o uso de uma letra, um número e um caractere especial, como @, ! ou # . Se for usar uma palavra apenas, escreve-a de maneira errada”.

E como usar uma senha com uma palavra errada? Na hora de registrá-la, o usuário pode trocar a letra “A” por um “4”, o “L” pelo “1” e adicionar um ponto de exclamação no fim. Se fosse escolhida como senha, a palavra “cabulosa” poderia virar “ka3u1os4!”, o que dificultaria bastante uma possível tentativa de invasão.

O usuário deve apenas tomar cuidado com caracteres especiais que não apareçam em todos os teclados, como o “Ç”. “O usuário também deve prestar atenção na tecla Caps Lock”, lembra Almeida.

Correlações entre termos e pessoas podem ser uma alternativa mais fácil que a distorção de apenas uma palavra. “Se estava chovendo no dia em que seu filho nasceu, sua senha pode ser ‘filhochuva'”, sugere Carlos Affonso, da Módulo. “Não é aconselhável usar apenas uma palavra do dicionário”.

Outra norma para manter a segurança é trocar a senha regularmente. “As mais rigorosas, como de serviços de banco online, devem ser substituídas mensalmente para garantir a segurança do acesso” estima Affonso.

Na vida real ou virtual, basta que você decida ter acesso exclusivo a algo para que uma fechadura ou uma senha especial barrarem estranhos.
Por que com o Windows teria que ser diferente? Os motivos para que o usuário proteja pastas com senhas são os mais diversos.
Você pode usar um PC compartilhado, querer proteger informações confidenciais ou apenas contar com dados fundamentais que você não pode se dar ao luxo de perder.
Independente da opção, é bom aprender que o sistema operacional da Microsoft oferece a opção de trancar informações.
A função que protege seus dados estipulando senhas para pastas, no entanto, nunca foi comum ao Windows – apenas na versão XP o usuário se deparou com a possibilidade.
A falta de idéia que muitos usuários têm sobre a função se explica pelo fato de a Microsoft não permitir a definição de uma senha diretamente no diretório – todo o sistema é feito por meio da compactação de arquivos.

O processo é simples. Crie uma nova pasta no seu disco rígido para organizar todos os documentos que deverão ficar longe dos olhos alheios.

  • Após terminar sua seleção, selecione todos os documentos e, após apertar o botão direito do mouse sobre o grupo, escolha a opção “Pasta Compactada” dentro do menu “Enviar para”.
  • A pasta zipada será criada instantaneamente no mesmo diretório onde estão os arquivos originais.
  • Antes de estipular a senha, vale um lembrete: caso os documentos sejam realmente necessários, seria sensato guardá-los em outra mídia, no freqüente caso dos usuários se esquecer da senha definida.
  • Além das clássicas instruções sobre backup, outra opção é enviar sua pasta compactada, sem qualquer senha ainda, para serviços de armazenamento online ou para seu próprio e-mail, se o tamanho permitir.
  • Clique sobre a nova pasta compactada, que deverá ter todos os documentos selecionados, e, após clicar sobre o menu “Arquivo”, escolha a opção “Adicionar Senha”.
  • Na nova janela aberta, o Windows pede que o usuário digite duas vezes a senha escolhida. Confirme o termo que você escolheu e aperte “Ok”.
  • Pronto. Desta maneira, você criou uma pasta compactada que só pode ser acessada por usuários que saibam a senha pessoal.
  • Para aumentar a segurança, o usuário pode criptografar os dados. Ainda que não prime por ser a mais forte, a função impede que documentos sejam abertos fora do computador onde foram protegidos – o seu, no caso.
  • Selecione os documentos e, com o botão direito, clique em “Propriedades”. Na aba “Geral”, clique em “Avançado” e selecione a opção “Criptografar o conteúdo para proteger dados”.
  • Uma última dica: por mais difícil que seja a senha criada – confira aqui dicas para formular senhas mais fortes -, a ferramenta do Windows não impede que um usuário mal intencionado delete toda sua pasta.

Por isto, vale frisar o lembrete de que, se os dados são realmente importantes, a definição senha deve ser acompanha de um back-up.

Por Guilherme Felitti, repórter do IDG Now!
Publicada em 24 de novembro de 2006
A escolha deliberada da Microsoft em impedir acesso a arquivos antigos, incluindo aqueles gerados por seus próprios produtos, foi para aumentar a segurança no novo pacote de atualizações do Office 2003, de acordo com informações de um evangelista da companhia.

O Service Pack 3 (SP3) para o Office 2003, segundo Viral Tapara, evangelista da Microsoft no Reino Unido, bloqueia antigos formatos de arquivo por razões de segurança.

“Alguns arquivos antigos, incluindo da Microsoft, são inseguros e não nos satisfaz ter vetores de ataques que podem ser usados para executar código malicioso”, disse Tapara. “A decisão pelo bloqueio se restringe para proteger a máquina de ser comprometida”.

O Office 2003 SP3 foi lançado em setembro e as discussões em torno das mensagens de erro ao abrir arquivos surgiram quase de imediato nos fóruns da Microsoft.

As questões continuaram em dezembro. Usuário identificado como “dberwanger” reclamou que perdeu 250 dólares para “resolver um problema com o SP3 que ele mesmo criou. Finalmente, tive que desinstalar completamente o Word 2003 e reinstalar (pois não é possível desinstalar o SP3) e o problema foi resolvido”.

A Microsoft divulgou um documento (material em inglês) que inclui um registro do Windows que permite retornar ao modelo original de suporte a formatos antigos para o Office 2003. O documento ressalta os problemas de segurança: “Estes formatos foram bloqueados por serem menos seguros. Eles podem significar um risco à você”, define o documento.

Fonte: IDG-Now

Twittando por ai…

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Musicas – Last.FM

janeiro 2008
S T Q Q S S D
« dez   fev »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Links e Selos

Uêba - Os Melhores Links

WWF-Brasil. Cuidando do ambiente onde o bicho vive. O bicho-homem.

Firefox - Download

Quer Divulgar?

Selo Inatitude

Add to Google

BlogBlogs

BlogBlogs
Pingar o BlogBlogs
Adicionar aos Favoritos BlogBlogs

Web Rádio Studio

Visitas

  • 3.241.149 com atitude

In-Atitude Apoia:

Creative Commons License
Inatitude por https://inatitude.wordpress.com esta licença se refere a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.


Creative Commons License
Inatitude por https://inatitude.wordpress.com esta licença se refere a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.



Compras pelo e-mail: prof.medeiros@gmail.com ou através do site:
Adriano Medeiros