A blogosfera brasileira amadureceu. Depois de um começo promissor em 2006, os blogs abandonaram definitivamente o papel de mídia secundária e, do grande veículo ao usuário sem qualquer experiência online, ter um blog já não parece algo tão implausível.

A crescente popularização de blogs, com a explosão tanto no número de endereços como do conteúdo publicado, forçou o IDG Now! a introduzir alterações nos critérios usados na primeira avaliação, feita em 2006.

Além da medição de links recebidos pelo blog segundo o sistema de buscas Technorati, foram contados também referências registradas pela ferramenta brasileira BlogBlogs. Ficaram de fora também blogs que reproduzem material pornográfico ou conteúdo erótico.

O resultado é algo já atestado no ranking de 2006: nome no mundo real não vale muito no digital. Ao contrário do ano passado, porém, quando dois jornalistas tradicionais ganharam destaque, a lista de 2007 dá espaço para 10 profissionais ou veículos de comunicação nascidos pela internet.

Mais que isto: a lista indica um claro perfil entusiasta de tecnologia na blogosfera, com nada menos menos que seis dos dez melhores colocados se concentrando em internet, gadgets ou nos próprios blogs.

Veja mais….

Fonte: IDG-Now

Anúncios