Caminhando, encontrei este blog que faz belissimos ensaios sobre o amor. Vou deixar um texto de seu texto aqui, e link para o blog Encontro e Desencontros

“O que você está descrevendo é parasitismo, não amor. Quando você precisa de outra pessoa para sobreviver, é um parasita dela. Não há escolha nem liberdade envolvida em seu relacionamento. É uma questão de necessidade, e não de amor. O amor é o livre exercício da escolha. Duas pessoas só se amam quando são capazes de viver sem o outro mas escolhem viver juntas.”

Anúncios