You are currently browsing the daily archive for novembro 1, 2007.

Pessoa
(Dalto e Cláudio Rabello)

Olhar você
E não saber
Que você é a pessoa
Mais linda do mundo
E eu queria alguém
Lá no fundo do coração
Ganhar você
E não querer
É porque eu não quero
Que nada aconteça
Deve ser porque eu não ando bem da cabeça
Ou eu já cansei de acreditar
O meu medo é uma coisa assim
Que corre por fora
Entra, vai e volta sem sair
Não
Não tente me fazer feliz
Eu sei que o amor é bom demais
Mas dói demais sentir…
Você
E não querer
É porque eu não quero que nada aconteça
Deve ser porque
Eu não ando bem da cabeça
Ou eu já cansei de acreditar
Ou eu já dancei…
O meu medo é uma coisa assim
Que corre por fora
Entra, vai e volta sem sair
Não
Não tente me fazer feliz
Eu sei que o amor é bom demais
Mas dói demais sentir…

Anúncios

Vou mudar um pouco a rotina.. e colocar mais um pedaço de minha historia passada aqui.. através de um conto que encontrei em meus arquivos.. vai ser o segundo “Enquanto isso, a 7 anos atras”, de hoje…

“Achei uma história interessante na net….. vou coloca-la para vocês:

“Thich Nhat Hanh, um monge budista vietnamita, ensina como se deve apreciar uma boa xícara de chá. Para isso, você precisa concentrar-se no momento presente, ficar consciente e com atenção voltada para o chá. Sentir o calor da xícara, apreciar o colorido da infusão, aspirar seu perfume, degustar lentamente cada gole. Se você fica remoendo eventos passados, ou preocupando-se com os futuros, de repente vai se dar conta de que bebeu todo o chá sem nem perceber.”

A vida é como uma xícara de chá.

“…Quando você não vivencia o presente, porque ficou aborrecido pelo passado ou preocupado com o futuro, você traz grande dor para o seu coração e sofrimento para a sua vida”

Gostaria de aproveitar mais o meu presente….. mas para isso, teria que viver de meus sonhos…. mas a realidade me prende em meu mundinho pequeno…. e odeio me sentir preso a ele…..

Quem sabe um dia……”

Há quem diga que um pouquinho de ciúme não faz mal a ninguém. Alguns até afirmam que ele apimenta um relacionamento. O problema é quando o “pouquinho” perde a medida e vira uma rotina no namoro, casamento, família e até mesmo nas amizades, fazendo com que as pessoas envolvidas sofram por causa disso.

Segundo Patrícia Ruschel Daudt, psicóloga clínica e terapeuta familiar, até certo ponto o ciúme é encarado como o “zelo do amor”. “De alguma forma, o ciúme reafirma o desejo e a admiração pelo outro, mas quando ele acontece com muita freqüência e intensidade é sinal de que as coisas não vão bem com a própria pessoa ciumenta”, afirma Patrícia.

“O ciúme deixa de ser aceitável e se torna patológico quando existe a idéia de posse”, explica a psicóloga. “Neste tipo de relação predomina a submissão e subjugação dos desejos do outro”, acrescenta.

O escritor Ubiratan Rosa, autor do livro Mais Amor, Menos Ciúme, explica que o ciúme pode ser considerado um impulso egoístico, muitas vezes baseado em indícios imaginários, podendo chegar a uma intensidade capaz de conduzir crimes passionais.

Para a psicóloga Kelen de Bernardi Pizol, é possível controlar o ciúme e só senti-lo em situações contextualizadas. “A pessoa deve se pôr no lugar do outro e pensar em como se sentiria se fosse tratada com tanta desconfiança, para decidir se vale a pena ou não demonstrar o ciúme”, declara Kelen.

A estudante Kátia Yamamoto, 24 anos, conta que o amadurecimento a ajudou ter controle sobre seu ciúme. Segundo ela, em seu último relacionamento que durou 4 anos, seu ex-namorado só ficava bravo por causa do comportamento de obsessão e controle constantes.

“Com o passar do tempo vi que estava começando a irritá-lo e que se eu continuasse a me comportar daquela maneira iria acabar perdendo meu namorado”, diz Kátia. “Coloquei na minha cabeça que se ele estava comigo era porque me amava, e passei então a não ter ciúmes tão obsessivo”, acrescenta.

A psicóloga Patrícia Daudt concorda que para aprender a lidar com o ciúme a primeira atitude que uma pessoa deve tomar é reconhecer que ele existe. “Não basta achar que é uma percepção só da outra pessoa envolvida. É preciso que a própria pessoa analise seu comportamento e se for o caso até mesmo busque ajuda profissional”, declara.

De acordo com a designer Gabriela Simões, 24 anos, muitas vezes a pessoa não tem do que ter ciúmes mas, procura tanto, que acaba encontrando uma razão. “Uma vez, de tanto fuçar nas coisas do meu namorado, achei uma mensagem de uma menina para ele, que para mim, era um absurdo. Liguei para ele na mesma hora e brigamos muito. Só depois fui ver que a mensagem tinha sido antes da gente começar a namorar”, conta.

Para Ubiratan Rosa, “vencer o ciúme”, “curar o ciúme”, são forças de expressão. Segundo ele, o possível é a convivência inteligente com o ciúme e, para isso, a pessoa precisa ter boa vontade e criar estratégias para tentar aliviar os tormentos do zelo excessivo.

“É necessário um empenho contínuo no processo de autoconhecimento e transformação moral (do latim morale, étimo mores, ‘hábitos’, ‘costumes’), empenho esse que não dispensa o concurso da psicologia, e, não raro, da religião”, enfatiza Rosa.

“Caso o ciúme esteja fora de controle, prejudicando o relacionamento ou trazendo sofrimento e a pessoa tentou lidar com isso outras vezes, mas não obteve êxito, a psicoterapia é indicada e, no caso do ciúmes patológico, também medicação”, acrescenta a psicóloga Kelen de Bernardi Pizol.

Atitudes que podem ajudar no controle do ciúme:

– Admitir que não está conseguindo ter controle sobre suas emoções
– Buscar ajuda de uma opinião imparcial no relacionamento, geralmente uma ajuda profissional
– Manter o diálogo sempre presente na relação
– Ter a capacidade de se colocar no lugar do outro
– Respeitar os sentimentos e as diferenças do outro
– Ter auto-estima e não depender de uma outra pessoa para ter sua própria felicidade
– Ter a confiança como base de um relacionamento

Mais algumas artes criadas para o SPA Sorocaba – Um anúncio que vai sair em uma revista regional-bairro de São Paulo e um agradecimento enviado por e-mail para associados do SPA.

Anuncio Brooklin

Agradecimento

A fabricante de PCs Everex lançou nos Estados Unidos um computador econômico por 200 dólares, que roda Linux Ubuntu, aplicações do Google e softwares de código aberto.

Chamado Everex gPC (o “g” é de Google) (Na Verdade, ouve uma correção por parte da empresa e o G, que muitos diziam significar Google, na verdade significa Green, de “Verde” – Corrigido), o equipamento começa a ser vendido nesta quinta-feira (01/11), nas lojas Wal-Mart e é uma tentativa da fabricante de PCs de “levar o Linux às massas”.

O desktop tem processador Via C7-D de 1.5GHz, 512MB (megabutes) de memória e 80GB (gigabytes) de disco rígido, além de gravador e leitor de CD e leitor de DVD.

Mas o diferencial da máquina é o que a companhia chama de  “gOS”, uma versão customizada do Linux Ubuntu que inclui aplicações abertas como pacote de aplicativos OpenOffice, software de fotos GIMP, player de DVD Xing e o software de música Rhythmbox.

Além disso, a interface do desktop inclui ícones para aplicações online do Google, como Documents e Spreadsheets, calendário, notícias e mapas. Também vêm instalados no computador o navegador Firefox, o software de mensagem instantânea Meebo e o sistema de VoIP Skype.

A aposta da companhia é de que a combinação de softwares consistentes para desktop, aplicações de Web 2.0 e o custo baixo da máquina tenha grande apelo para o seu público alvo.

Ramon G. McLeod, editor da PCWorld, em São Francisco

Fonte: IDG-Now

e estou me preparando para a nova fase de minha vida…… Estou passando por uma espécie de treinamento, onde estou tendo acesso a diversas informações que irão me ajudar a encontrar e a seguir o meu caminho….. O tempo está correndo, sinto como se estivesse em um filme, e este, estivesse perto de suas cenas finais, onde o suspense e a emoção tomam conta do espectador, e faz com que ele fique preso, esperando o proximo ato, ou cena, onde pode mudar totalmente o destino da historia……

Ainda estou um pouco cansado….. ainda tenho muitas perguntas que permanecem sem resposta, mas mesmo com estes pequenos problemas, estou tentando encontrar a melhor forma de viver, enquanto não chega a hora de começar a agir…. sinto o chamado cada vez mais perto, e ainda não me decidi se fico aguardando a hora chegar, ou se me escondo e deixo tudo isso passar sem que nada me afete….. mas a escolha já foi feita, antes que eu pudesse decidir…. e apenas devo agora, seguir o que me foi ordenado, e aceitar as novas ordens sem muita objeção…..

Vou perder muitas coisas, com todas as mudanças que estão para acontecer, mas tenho que me acostumar a isso, me acostumar a perder coisas e pessoas, pois este é meu destino, já traçado no instante em que nasci…….. Sei que devo permanecer o mais solitário possivel, e parar de tornar as pessoas minhas dependentes, não posso me dar ao luxo, de fazer ninguém mais sofrer, por eu não poder me entregar totalmente em qualquer tipo de relacionamento……..

A verdade esta cada vez mais proxima… e espero estar realmente preparado para ela…..

Só não quero mais decepcionar as pessoas que me cercam…..

“Aprendi a viver só, pois só devo viver….
A todos que eu possa amar, somente farei-os sofrer….
Quando a derradeira hora chegar….
Sempre terei que partir, não posso ficar….
Nada mais me prende….
Meu destino me aguarda, longe de qualquer lugar….
Um estilo de vida livre, não compreendido….
Um pedido de socorro, sempre atendido….
Não posso me negar a minha real natureza….
Não posso abandonar, minha triste sina….
Nem abandonar, os que sentem dor….
Meu destino é caminhar….
Aprendi a caminhar só, pois só devo viver….
Assim por toda minha eternidade….”

Adoro todos vocês, que tem a paciência de ler tudo o que escrevo……

Todo o texto divulgado em Arquivos, não refletem meu momento atual, e sim, meu momento a 7 anos atrás. Agradeço a todos que estão me acompanhando nesta caminhada. Em breve, em arquivos, teremos o livro “O Pequeno Principe”, para deleite de meus leitores.

Twittando por ai…

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Musicas – Last.FM

novembro 2007
S T Q Q S S D
« out   dez »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Links e Selos

Uêba - Os Melhores Links

WWF-Brasil. Cuidando do ambiente onde o bicho vive. O bicho-homem.

Firefox - Download

Quer Divulgar?

Selo Inatitude

Add to Google

BlogBlogs

BlogBlogs
Pingar o BlogBlogs
Adicionar aos Favoritos BlogBlogs

Web Rádio Studio

Visitas

  • 3,198,262 com atitude

In-Atitude Apoia:

Creative Commons License
Inatitude por https://inatitude.wordpress.com esta licença se refere a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.


Creative Commons License
Inatitude por https://inatitude.wordpress.com esta licença se refere a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.



Compras pelo e-mail: prof.medeiros@gmail.com ou através do site:
Adriano Medeiros