You are currently browsing the monthly archive for novembro 2007.

image005.gif

Leão (23/7 – 22/8):

1. Frase: “Antigamente EU era vaidoso, mas agora me curei e estou PERFEITO!”

2. O que o leonino espera de seu parceiro:
Busca alguém com quem compartilhar suas idéias criativas, que goste de crianças e queira ter filhos. Geralmente deseja mais uma platéia para aplaudi-lo ou um companheiro de brincadeiras, do que um verdadeiro amor.

3. O que o leonino diz depois do sexo: “Não foi incrivelmente fantástico?”

4. Como irritar um leonino:
Ignore-os. Esqueça o nome deles e pergunte “Qual é mesmo o seu nome?”. Em público, não os apresente às pessoas importantes.

5. Como o leonino reza antes de dormir:
“Oi, Papi! Eu posso apostar como você está realmente orgulhoso em ter a mim como seu filho!”

6. Por que o leonino atravessou a rua?
Para chamar a atenção, sair nos jornais, revistas, etc.

7. Você foi assaltado e o leonino….
“Vou pegar esse fdp!!”… e sai correndo porta afora.

8. Adesivo para o vidro do carro do leonino:
“Tudo que tenho me ama”

9. Quantos leoninos são necessários para trocar uma lâmpada
Um leonino não troca lâmpadas, a não ser que ele segure a Lâmpada e o mundo gire em torno dele.

Quem está ai

Não quero abrir a porta, nem as janelas

Não quero ninguém ao meu lado

Porque insiste?

O que quer de mim?

Estou apenas solitário, me sinto bem

Não preciso do seu toque, do seu calor

Seja você quem for

A escuridão cobre as marcas em meu corpo

E a luz do dia fere meus olhos

Deixe-me em meu mundo

Vá embora, lhe peço

Será melhor para mim, para você

Segue seu caminho e deixe-me em meu tumulo

Estou quieto, não lhe incomodo

Porque você vem me incomodar?

Meu silencio te agride?

A mim ele protege

Protege-me do que sou, do que és

E principalmente

Protege-me do que eu posso me tornar

Não quero ver ninguém

Nem mesmo quero me ver

Hoje não sou o que sou

Hoje não penso, não existo

Porque bates em uma porta vazia?

Não há nada aqui para ver

Não há um corpo, não há sangue

Nem ao menos existe vida

Vá embora, deixe-me, esqueça-me

Não me torture com o seu chamado

Nada sou, e nada mais posso ouvir…

image004.gif

1. Frase: “Lar… Meu doce LAR!”

2. O que o canceriano espera de seu parceiro:
Procura alguém de que possa cuidar, nutrir, paparicar como um bebê. Também busca a segurança que o relacionamento pode dar e alguém que consiga tolerar seu humor instável, um hora alegre, outra hora depressivo.

3. O que o canceriano diz depois do sexo: “Quando vamos nos casar?”

4. Como irritar um canceriano:
Insulte sua mãe (com classe, é claro).Critique sua casa. Advirta-o de que ele pode perder o emprego. Diga que aquela foto de família pendurada na sala é brega e confunda o retrato da “vovozinha querida” com o Mike Tyson.

5. Como o canceriano reza antes de dormir:
“Querido Papaizinho, sei que eu não deveria depender tanto de você, mas você é a Única pessoa com quem eu posso sempre contar, enquanto meu seguro cobertor está sendo lavado.”

6. Por que o canceriano atravessou a rua?
Porque estava se sentindo só e abandonado deste lado de cá.

7. Você foi assaltado e o canceriano….
Preocupado, vai te confortar:
“Senta aqui… Você está bem? com certeza não se machucou? Quer um copo d’água com açúcar?”

8. Adesivo para o vidro do carro do canceriano:
“Não tenho tudo que amo, mas amo tudo que tenho”

9. Quantos cancerianos são necessários para trocar uma lâmpada?
Somente um. Mas leva três anos para um terapeuta ajuda-lo a passar pelo processo.

Criação de um Mailing Convite, para uma empresa americana em conjunto com o Spa Sorocaba. Criação da Marca para o projeto e desenvolvimento de layout para a Carta Convite:

capa-contra-capa-mini.jpg

interno-mini.jpg

Caso deseje fazer orçamentos para criação e desenvolvimento de materias de divulgação, entre em contato e solicite um orçamento sem compromisso: douglas.b.s.f@gmail.com | triadesp@triade-sp.com.br.

================================================

publicidade-baner

Há muito tempo, quando ainda era um bebê, você tentou levantar para dar o primeiro passo da sua vida e caiu. Você, eu e os outros bilhões de bilhões de pessoas que já andaram sobre a Terra, desde que o homo-sapiens surgiu. Não havia nada de errado com você. Cair é o esperado, o normal. Por que, então, você acha que não deveria cair em outras áreas da vida, ao dar os primeiros passos?

Ninguém estranharia se o filho tentasse dar os primeiros passos e se estatelasse no chão, mas por alguma razão, algumas vezes esquecemos que falhar nas primeiras tentativas, é um princípio da natureza contra o qual não há meios de lutar, e achamos que temos obrigação de acertar da primeira vez. Não temos; nem eu, nem você. Você não tem obrigação de acertar da primeira vez. Você tem obrigação de não desistir nas primeiras quedas, porque elas virão. Você errará quando começar qualquer coisa. Você falhará. Você vai se estatelar contra o chão – não importa sua idade, experiência, inteligência ou saúde – sempre que começar algo novo, algo inesperado, algo diferente, algo que valha a pena.

Se um bebê de colo não desiste, não importa quantas quedas ele tenha, será uma vergonha se você desistir agora. Se um bebê chora ao cair, mas logo depois esquece a dor e tenta outra vez, será uma vergonha você apenas sentar e ficar eternamente chorando dores que há muito tempo se foram.

Algumas empresas também se esquecem deste princípio e criam cronogramas e projetos que não incluem potenciais falhas, erros de gestão, problemas de produtos e de saúde na equipe. Então, por criarem projetos “no vácuo”, se desesperam quando a dura realidade aparece para fazer com que venham os primeiros e inevitáveis tombos.

Seja em projetos novos, seja em relacionamentos românticos, seja em sonhos profissionais ou em qualquer coisa na qual você esteja dando os primeiros passos, se você acertar da primeira vez, é porque errou em algum lugar. Considere sempre que as primeiras tentativas provavelmente falharão, mas você não pode desistir. Levante-se e faça como qualquer bebê faria: tente outra vez.

Este é um princípio da natureza. Use-o a seu favor.

Autor desconhecido
Enviada por: Edeli Arnaldi

Você se preparou para viver o dia de hoje?
As coisas mais importantes da vida somente são valorizadas depois que passam ou se as perdem.
A saúde, o sono, a razão, os fenômenos digestivos, os órgãos dos sentidos, os movimentos, são tesouros colocados por Deus a seu serviço.
Portanto, cuidado com esses tesouros.
Está disposto a recomeçar hoje aquele projeto que fracassou ontem?
O aparente fracasso é a forma pela qual a divindade ensina você a corrigir a sua maneira de atuar, facultando-lhe repetir a experiência com mais sabedoria.
A vida é constituída de lições que se repetem até se fixarem corretamente.
Hoje você tem problemas para resolver que parecem insolúveis?

Considere o seguinte:

  • Primeiro: ninguém vai resolvê-los por você.
  • Segundo: você só vai resolvê-los se se dispuser a enfrentá-los.
  • Terceiro: é preciso equacionar os seus problemas, um de cada vez, até resolvê-los todos.
  • Quarto: não sobrecarregue os outros com as suas queixas, reclamações e problemas.

Você sentiu uma ponta de mau humor hoje?
Lembre-se: a irritação é o “espinho” cravado nas “carnes” da emoção, que deve ser retirado.
Quanto mais permanece, mais piora o estado de quem o conduz, gerando “infecções” duradouras e perniciosas.
Está na iminência de se desesperar?
Lembre-se, ainda:
O homem deve treinar coragem e resignação. Sem esses valores ele permanece criança espiritual.
Deixe-se conduzir pelas ocorrências que não pode mudar, e altere com amor aquelas que irão lhe beneficiar.
Deus é Pai misericordioso e vela por você.
Você se exercitou para o perdoar hoje?
O perdão real é sempre acompanhado pelo esquecimento do mal recebido. Quem guarda rancor, coleciona lixo moral.
Você já abraçou seu filho hoje, dizendo-lhe o quanto o ama?
Eles necessitam de oportunidade e de amor para alcançar o triunfo. Abençoa o seu filho com as suas palavras e conduta, fazendo-se amigo dele em todas as situações.
Você já orou hoje?
Não desconsidere o valor da oração. O corpo necessita de alimento adequado para manter-se. Assim também o espírito, que é a fonte de vitalização da matéria.
Na prática, você é o senhor da sua cabeça e do seu dia. Você decide como gostaria que hoje fosse.
Decida e trabalhe por isso. Quem quer faz, não manda fazer.
A água não ocupa mais espaço do que realmente necessita. Por isso equivale à moderação.
Nesses dias agitados, a angústia caminha com o homem disfarçada de medo, de ansiedade, de sentimento de culpa.
Naturalmente, as pressões a que todos estamos sujeitos respondem por tal situação.
A ansiedade pelo prazer exorbitante frustra; os fatores agressivos amedrontam, e a timidez encontra uma forma de levar ao complexo de autopunição.
Afaste da mente esses fantasmas responsáveis por males inumeráveis.
Você é filho de Deus, por ele amado, protegido e abençoado.
Não se afaste de suas leis e se se enganar em alguma ocasião, ao invés de se entregar a conflitos desnecessários, retorna ao caminho do dever, sem receio algum.
Lembre-se sempre da afirmativa de Jesus: “eu sou o caminho, a verdade e a vida.”
Lembre-se, ainda: hoje é o dia! O seu dia!
……………
Muitas enfermidades do corpo procedem do espírito danificado pelos conflitos da emoção ou pelo acido das imperfeições morais.
Não bastará dormir, dar descanso ao corpo, se você permanecer emocionalmente inquieto, ansioso!
Pense nisso e aproveite bem o dia de hoje, que é o seu dia.

Autor:
Texto da Equipe de Redação do site http://www.momento.com.br.

No Mercado atual, ter presença e se destacar diante de seu cliente, é uma atitude indispensável para a vitalidade de sua empresa. Uma Marca bem estruturada, e uma comunicação efetiva, dando destaque para os conceitos únicos de sua empresa, são ferramentas que podem fazer a diferença na escolha de seu publico alvo.

Contamos com uma Equipe de Profissionais atuantes no mercado de Identidade Visual e Publicidade, sempre a postos para oferecer um serviço de qualidade e dentro do padrão e conceitos de sua empresa.

Veja abaixo o que oferecemos em nosso pacote promocional, e entre em contato para uma consulta sem compromisso.

Pacote Promocional

  • Logo Marca
  • Papelaria
    • Cartão de Visita (1 modelo Vertical e 1 Modelo Horizontal)
    • Papel Timbrado (1 modelo)
    • Envelope (1 modelo)
    • Modelo de Carta Comercial (1 modelo)
  • Acessórios
    • Camisetas (1 modelo)
    • Jalécos (1 modelo)
    • Bonés (1 modelo)
    • Crachás (2 modelos)

Entre em contato através de nossos emails para pedir um orçamento. Teremos Prazer em lhe atender e oferecer uma proposta diversificada para sua empresa ou serviço.

douglas.b.s.f@gmail.com.br
triadesp@triade-sp.com.br

Pude bem cedo conhecer melhor aquela flor. Sempre houvera, no planeta do pequeno príncipe, flores muito simples, ornadas de uma só fileira de pétalas, e que não ocupavam lugar nem incomodavam ninguém. Apareciam certa manhã na relva, e já à tarde se extinguiam. Mas aquela brotara um dia de um grão trazido não se sabe de onde, e o principezinho vigiara de perto o pequeno broto, tão diferente dos outros. Podia ser uma nova espécie de baobá. Mas o arbusto logo parou de crescer, e começou então a preparar uma flor. O principezinho, que assistia à instalação de um enorme botão, bem sentiu que sairia dali uma aparição miraculosa; mas a flor não acabava mais de preparar-se, de preparar sua beleza, no seu verde quarto. Escolhia as cores com cuidado. Vestia-se lentamente, ajustava uma a uma sua pétalas. Não queria sair, como os cravos, amarrotada. No radioso esplendor da sua beleza é que ela queria aparecer. Ah! Sim. Era vaidosa. Sua misteriosa toalete, portanto, durara dias e dias. E eis que uma bela manhã, justamente à hora do sol nascer, havia-se, afinal, mostrado.

Rosa 2E ela, que se preparava com tanto esmero, disse, bocejando:

– Ah! Eu acabo de despertar… Desculpa… Estou ainda toda despenteada…

O principezinho, então, não pôde conter o seu espanto:

– Como és bonita!
– Não é? Respondeu a flor docemente. Nasci ao mesmo tempo que o sol…

O principezinho percebeu logo que a flor não era modesta. Mas era tão comovente!

– Creio que é hora do almoço, acrescentou ela. Tu poderias cuidar de mim…

E o principezinho, embaraçado, fora buscar um regador com água fresca, e servira à flor.
Assim, ela o afligira logo com sua mórbida vaidade. Um dia por exemplo, falando dos seus quatro espinhos, dissera ao pequeno príncipe:

– É que eles podem vir, os tigres, com suas garras!
– Não há tigres no meu planeta, objetara o principezinho. E depois, os tigres não comem erva.
– Não sou uma erva, respondera a flor suavemente.
– Perdoa-me…
– Não tenho receio dos tigres, mas tenho horror das correntes de ar. Não terias acaso um pára-vento?

“Horror das correntes de ar… Não é muito bom para uma planta, notara o principezinho. É bem complicada essa flor…”

– À noite me colocarás sob a redoma. Faz muito frio no teu planeta. Está mal instalado. De onde eu venho…

Mas interrompeu-se de súbito. Viera em forma de semente. Não pudera conhecer nada dos outros mundos. Humilhada por se ter deixado apanhar numa mentira tão tola, tossiu duas ou três vezes, para pôr a culpa no príncipe:

– E o pára-vento?
– Ia buscá-lo. Mas tu me falavas…

Então ela redobrara a tosse para infligir-lhe remorso.
Assim o principezinho, apesar da boa vontade do seu amor, logo duvidara dela. Tomara a sério palavras sem importância, e se tornara infeliz.
“Não a devia ter escutado – confessou-me um dia – não se deve nunca escutar as flores. Basta olhá-las, aspirar o perfume. A minha embalsamava o planeta, mas eu não me contentava com isso. A tal história das garras, que tanto me agastara, me devia ter enternecido…”

Confessou-me ainda:

“Não soube compreender coisa alguma! Devia tê-la julgado pelos atos, não pelas palavras. Ela me perfumava, me iluminava… Não devia jamais ter fugido. Devia ter-lhe adivinhado a ternura sob os seus pobres ardis. São tão contraditórias as flores! Mas eu era jovem demais para saber amar.”

::: Continua ————

Essas são algumas imagens vetorizadas para um cliente, para aplicação em silk. Caso deseje vetorizar alguma imagem, entre em contato pelos emails: douglas.b.s.f@gmail.com | triadesp@triade-sp.com.br que entraremos em contato para fazer um orçamento.

brasao-1.jpg brasao-3.jpg brasao-2.jpg

Num remoto vilarejo da Europa oriental, num dos dias de Chanuká, um respeitado rabino entrou na casa de estudos, num momento em que não o esperavam e encontrou seus discípulos jogando o jogo de damas, quando deveriam estar estudando as leis sagradas, como era o costume naqueles tempos.

Quando viram o Mestre ficaram confusos sem saber o que fazer. Pararam o jogo imediatamente. Um dos discípulos, envergonhado, tentou desculpar-se.

“Nos perdoe, Mestre. Apenas queríamos nos distrair um pouco!”

O velho fez um gesto bondoso e perguntou:

“Vocês conhecem as regras do jogo de damas?”

Como ninguém respondeu, ele mesmo tratou de responder:

“Vou lhes dizer quais são as regras.
A primeira é que não se podem fazer duas jogadas por vez.
A segunda, que somente se pode mover para frente e não para trás.
A terceira, que quando se chega lá na última fila, você está livre para ir aonde quiser.
Vocês estão aprendendo lições muito importantes sobre a nossa existência.
Prossigam em seu jogo, por favor, prossigam!”

Twittando por ai…

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Musicas – Last.FM

novembro 2007
S T Q Q S S D
« out   dez »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Links e Selos

Uêba - Os Melhores Links

WWF-Brasil. Cuidando do ambiente onde o bicho vive. O bicho-homem.

Firefox - Download

Quer Divulgar?

Selo Inatitude

Add to Google

BlogBlogs

BlogBlogs
Pingar o BlogBlogs
Adicionar aos Favoritos BlogBlogs

Web Rádio Studio

Visitas

  • 3,192,537 com atitude

In-Atitude Apoia:

Creative Commons License
Inatitude por https://inatitude.wordpress.com esta licença se refere a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.


Creative Commons License
Inatitude por https://inatitude.wordpress.com esta licença se refere a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.



Compras pelo e-mail: prof.medeiros@gmail.com ou através do site:
Adriano Medeiros