Logo FireFox e IE7A microsoft anúncia a disponibilidade de download do navegador IE7, sem a necessidade de se ter um windows original. Agora, basta fazer o download diretamente do site da Microsoft, ou aguardar que ele esteja disponivel nas atualizaçãos automáticas de seu sistema operacional.

Isto se deve, em grande parte, ao avanço no mercado do concorrente FireFox, onde o IE6 não tinha meios de se manter no mercado.

“Os usuários que rodam cópias falsificadas do Windows XP ou do Windows Server 2003 agora podem fazer o download do Internet Explorer 7 (IE7), anunciou a Microsoft.

Desde que a última versão do browser foi lançada, há quase um ano, a Microsoft a restringiu aos usuários com cópia legítima do sistema operacional.

Antes que a Microsoft permitisse o download, ela rodava o teste de validação do Windows Genuine Advantage (WGA).

Na época, a empresa anunciou que o direito ao uso do IE7 era a recompensa por usar sistemas legais. A Microsoft alegou, contudo, que a mudança ocorreu em benefício aos usuários.

“Estamos atualizando a instalação para que a experiência do navegador esteja disponível ao maior número de usuário do Windows quanto for possível”, declarou o gerente da divisão do IE, Steve Reynolds, em um post no blog da empresa.

A Microsoft afirma que o IE é um browser mais seguro – ele teve apenas 13 falhas corrigidas, contra 22 correções no IE6.

Esta é a primeira vez que a empresa remove a checagem WGA para um de seus principais produtos.

Algumas pessoas deixaram comentários ao post de Reynold, questionando se há algo por trás da decisão. “Creio que isto é uma reação a crescente participação do Firefox”, escreveu o usuário Dileepa.

Agora é possível baixar o IE7 diretamente do site da Microsoft, ou esperar que ele apareça no Windows Update como um item de alta prioridade.

A atualização do IE7 inclui algumas melhorias: a barra de ferramentas agora está visível por padrão, e um novo kit de administração inclui um instalador MSI reforçado.

Caso as empresas ou usuários domésticos queiram manter o uso do IE6, é possível voltar à versão anterior.”

Fonte: IDG-NowMicrosoft.

Anúncios