Richard Bach
(Oak Park, EUA, 1936 – )

Richard Bach é autor de algumas das obras mais inspiradas que o espírito humano produziu nos últimos cinqüenta anos.
Nasceu nos Estados Unidos da América, em Oak Park, no ano de 1936. Filho de Roland Robert and Ruth Helen (Shaw) Bach e tataraneto do grande compositor J. S. Bach.
Teve uma infância e uma juventude normal, exatamente igual à de todo americano de classe média, formando-se pela California State University, em Long Beach.
Aviação sempre foi o seu negócio. Foi instrutor de vôo técnico, piloto tático, dublê cinematográfico… Desde de jovem, sempre teve em mente escrever um livro que falasse sobre pássaros que ultrapassavam os seus próprios limites. Foi assim que nasceu o seu livro mais famoso, Fernão Capelo Gaivota (Jonathan Livingston Seagull), que anos mais tarde tornou-se um filme simplesmente maravilhoso (1973).
Todos os seus  pensamentos e atos levam, de uma forma lógica, aos temas desenvolvidos neste livro a ao prazer que ele sente ao voar.

“Voar é minha religião”, diz Richard Bach, “é a maneira que tenho de descobrir a verdade”. 

“Fossem quais fossem as tristezas, as alegrias ou as fantasias que me ocorriam enquanto eu voava, tornaram-se artigos e histórias em vez de páginas em um jornal. Quando comprei minha primeira máquina de escrever, fiz a promessa de jamais escrever algo que não fizesse diferença em minha vida, e tenho chegado muito perto do cumprimento desta promessa.”

Muitos foram os livros de Richard que inspiraram as mentes humanas. Entre eles, um muito forte é ‘Ilusões ou As Aventuras de um Messias Indeciso’. Como diria o antigo ministro: “imperdível”. Baseia-se na seguinte idéia: …E se aparecesse alguém que pudesse ensinar como funciona o mundo e como controlá-lo. E se um Jesus ou um Sidarta, voltasse com o poder sobre as ilusões do mundo, porque conhecia a verdeira realidade. E se, um dia, você andando por aí, nas quebradas da vida, cruzasse com este ser…

Fonte: Imagick

Anúncios