Amigo, ouça: O Grande Espírito está em tudo! Whoá!
Tudo é sagrado!
Os sons da natureza têm muito a ensinar aos homens.
O som do chocalho libera as tensões e desarma as energias escuras. Ele
deixa
a pessoa com a graciosidade e a flexibilidade de um felino.
O Grande Espírito não se importa que O chamem de Mãe Divina, Pai do Céu ou
de A Grande Luz. Ele não é branco ou vermelho!
A Luz é a origem das cores, A Grande Luz é tudo e todos.
O Universo é uma imensa tela onde O Grande Espírito pinta as cores da
existência, somos as suas pinturas vivas.
Somos os seus filhos-estrelas! Também podemos pintar.
Podemos perceber a maravilha da existência e pintarmos o que a Luz nos
inspirar.
Podemos pintar nas pedras, nos sonhos, nos murais da própria vida ou nos
corações daqueles que amamos.
Podemos pintar quadros de luz na existência.
Que as nossas pinturas sejam agradáveis ao Grande Espírito e que Ele
abençoe
nossa jornada e cante em nosso espírito.
Que a grande voz do silêncio ecoe pelas pradarias de nossa vida e pelas
tribos de todos os Universos.
Que nossa trilha nos leve à sabedoria.
Brancos e vermelhos, o nosso sangue é igual. É o mesmo sangue da vida,
nosso
pai é o mesmo Grande Espírito. Nossa mãe é a natureza, nossos filhos são
pequenos deuses e nossos pais e ancestrais são as nossas raízes entranhadas
em nossos corações.
Nós somos irmãos estelares pintados na mesma tela da vida.
Vivemos, morremos e renascemos na mesma Grande Luz.
Tudo é sagrado no campo da vida, tudo é do Grande Espírito.
Que tudo seja sagrado no campo de nossos espíritos.
Que as nossas pinturas homenageiem O Grande Espírito.
Que os nossos ancestrais e os nossos filhos se reúnam em nossos corações.
Whoa!
Que os bloqueios escuros sejam rompidos e que cada um balance o chocalho do
Amor e seja igual ao felino: flexível e gracioso aos olhos Do Grande
Espírito.
Tudo é Sagrado! Que nossas pinturas existenciais também sejam.

– O Irmão do Vento –

Anúncios