Só pra constar, as vezes dou uma de poeta.. e as vezes, algo de bom sai… Espero que gostem…

No sol da manhã, no vislumbrar do nascente
A perfeita simetria do horizonte distante
Nem perto, nem lonje, apenas ali.
Apenas proximo o bastante de nosso sentir
De nossos desejos infantis
Repletos de sonhos, certezas
De vida longa, virtudes
Ocultas pelos anos que passam
Distanciam nossa ingenua vontade
Nosso Desejo intenso de mudar o destino
Já hoje imutavel, pelas regras impostas
Pelos desejos reprimidos
Inconstantes
Desejos que voltam em cada amanhecer
Retornam como luzes percorrendo a sombra
Em instantes de um piscar de olhos
E todo o desejo a tona
Toda a vontade consciente
E as certezas a frente
De desejos de mudanças
De retorno as crenças infantis
Aos desejos juvenis
Em cada manhã, em cada amanhecer…

Anúncios